Konstantin Lifschitz conquistou uma reputação mundial ímpar, por realizar feitos artísticos extraordinários. Nas últimas décadas, tem-se apresentado nas principais salas de concerto do mundo, para além de ter gravado diversos CDs aclamados pela crítica.
Nasceu em 1976 em Kharkov, na Ucrânia. Após graduar-se em Moscovo, continuou os seus estudos na Rússia, Inglaterra e Itália, com professores como A. Brendel, L. Fleisher e R. Tureck.
No início dos anos 1990, começou a apresentar-se a solo em cidades como Paris, Amesterdão, Viena, Munique e Milão, e com músicos como M. Maisky e G. Kremer. Em 1995, recebeu o prémio ECHO Klassik de “Melhor Artista Emergente do Ano” e, no ano seguinte, foi nomeado para os Grammy pela sua gravação das Variações Goldberg de Bach.
Apresentou-se com algumas das mais importantes orquestras internacionais, incluindo as Filarmónicas de Nova Iorque, de Moscovo e da RAI, bem como as Sinfónicas de Chicago, Londres, São Francisco, São Petersburgo, com maestros como M. Rostropovich, Y. Temirkanov e B. Haitink.
Apresentou-se também como maestro com diversas orquestras.
Gravou vários CDs e DVDs, muitos dos quais receberam críticas excepcionais. Em 2020, para comemorar os 250 anos de Beethoven, lançou o CD e Vinil das suas 32 Sonatas para Piano.
Konstantin Lifschitz é Fellow da Royal Academy of Music, em Londres, e, desde 2008, é Professor de Piano da Universidade das Artes de Lucerna, na Suíça.

 
24 JUN 21h30 – Convento dos Capuchos

Interlúdio dos Capuchos 
Variações Goldberg 2