O DSCH – Schostakovich Ensemble é considerado um dos agrupamentos musicais de topo do actual panorama internacional. Sediado em Lisboa, desde a sua fundação pelo pianista e director artístico Filipe Pinto-Ribeiro, o DSCH é um ensemble de geometria variável e uma plataforma de encontro e interacção de músicos de excelência.
Iniciou a sua actividade em 2006, ano do centenário do nascimento do compositor Dmitri Schostakovich, a quem deve o nome, e desde então apresentou-se em várias temporadas e festivais, na Europa e nos EUA.
O vasto repertório do DSCH integra obras de compositores de diversas épocas e estilos musicais, de Beethoven a Schumann, de Mozart a Messiaen, de Haydn a Webern, de Brahms a Ravel, incluindo contemporâneos, como Sofia Gubaidulina.
Tem contado com a participação de músicos extraordinários, como Gérard Caussé, Adrian Brendel, Lars Anders Tomter, Corey Cerovsek, Tedi Papavrami, Gary Hoffman, Kyril Zlotnikov, Pascal Moraguès, Esther Hoppe, Christian Poltéra, Liza Ferschtman, Jack Liebeck, entre muitos outros.
Alguns dos seus concertos foram gravados e transmitidos pela RTP Antena 2 e pelo canal de televisão francês Mezzo.
A discografia do DSCH inclui a 1ª gravação mundial da Integral da Música de Câmara para Piano e Cordas de Schostakovich e os Trios Opus 11 e 38 de Beethoven (Paraty/Harmonia Mundi), álbuns que receberam algumas das mais importantes distinções da imprensa especializada internacional.

 
19 JUN 19h00 – Convento dos Capuchos

Bonsoir Monsieur Proust
Debussy, Fauré, Franck, Hahn

10 JUL 19h00 – Convento dos Capuchos

Poslúdio dos Capuchos 
Variações Goldberg 3