Pedro Teixeira

Pedro Teixeira é um director coral de primeira linha no actual panorama europeu. Diplomado e Mestre em Direcção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa, a sua experiência profissional inicial passou, em Portugal, pelo Grupo Coral de Queluz (2000-12) e pelo Coro Eborae Mvsica (1997-2013), além de três coros com os quais mantém regular actividade: o Coro Gulbenkian, que integrou, primeiro; de que foi maestro-ensaiador, depois; e que dirige como maestro-convidado, na actualidade; o Officium Ensemble, que criou em 2001 e voltado ao repertório dos séculos XVI e XVII; e o Coro Ricercare, que dirige desde 2001 e centrado no repertório moderno e contemporâneo. A nível internacional, avultam os seis anos (2012-18) em que esteve à frente do Coro da Comunidade Autónoma de Madrid, ali desenvolvendo uma tripla actividade de ensaiador, maestro em concertos ‘a cappella’ e maestro-preparador para repertório de concerto (Auditório Nacional de Música) e de ópera (no Teatro Real).
A actividade desenvolvida com o Coro Gulbenkian e o da Comunidade de Madrid permitiu-lhe trabalhar de perto com grandes maestros do repertório coral-sinfónico.
Com o Officium Ensemble, já se apresentou em alguns dos mais prestigiados festivais de música antiga da Europa. É desde 1997 director das Jornadas Internacionais ‘Escola de Música da Sé de Évora’, centradas na polifonia renascentista portuguesa.
Actualmente, exerce funções docentes na Escola Superior de Música e na Escola Superior de Educação de Lisboa.